Connect with us

Grande São Paulo

Cartórios do estado de SP passam a fazer regularização de CPF

A novidade, que também será expandida para os demais estados brasileiros, vai permitir que cidadãos possam inclusive regularizar seus documentos para fins de obtenção do auxílio emergencial

Published

on

Desde quarta-feira (1º), os moradores do estado de São Paulo interessados em tirar, alterar, consultar ou emitir a segunda via do CPF (Cadastro de Pessoas Físicas) poderão procura um dos 836 Cartórios de Registro Civil do estado.

O convênio firmado entre a Receita Federal do Brasil (RFB) e a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil) tem como base a Lei Federal nº 13.484/17. A norma transformou os Cartórios de Registro Civil, presentes em todos os municípios e distritos do País, em Ofícios da Cidadania que podem fazer parcerias com órgãos públicos para a solicitação e entrega de documentos de identificação.

A novidade, que também será expandida para os demais estados brasileiros e para o Distrito Federal, vai permitir que cidadãos possam inclusive regularizar seus documentos para fins de obtenção do auxílio emergencial de R$ 600, pago pelo governo federal em razão da pandemia da covid-19.

O cidadão já sairá do cartório com o documento regularizado e, nos casos em que o sistema interligado com a Receita Federal apontar a necessidade de complementação do atendimento, o acompanhamento da situação poderá ser feito de forma online pela internet, mediante entrega de login/senha ao cidadão.

Para o vice-presidente da Arpen-Brasil, Luis Carlos Vendramin Júnior, a presença dos cartórios em todos os municípios do País é uma facilidade que começa a ser melhor explorada pelo Poder Público.

“A Receita Federal já havia sido o primeiro órgão a perceber a capilaridade dos cartórios e possibilitar a emissão do CPF já na certidão de nascimento de recém-nascidos. Agora amplia, não só os serviços disponíveis nos cartórios, mas também o seu alcance, já que qualquer cidadão poderá ser beneficiado”, destacou.

Os Cartórios de Registro Civil poderão cobrar do solicitante uma tarifa de conveniência no valor de R$ 7. Casos de inscrição no CPF realizada no ato do registro de nascimento, cancelamento no caso de óbito e alteração de nome por ocasião do casamento permanecem gratuitos.

Continue Reading

Cajamar

Através de live, Sicredi Fronteiras inaugura agência em Cajamar/SP

Published

on

By

Com ambiente projetado para proporcionar uma experiência diferenciada, instituição financeira cooperativa amplia o conceito de relacionamento com seus associados

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 4,9milhões de associados e presente em 23 estados brasileiros e no Distrito Federal – inaugurou em 2 de fevereiro sua primeira agência no município de Cajamar/SP. Localizada na Av. das Amoreiras, nº 47, bairro Portais, a agência pertence à Cooperativa de Crédito Sicredi Fronteiras PR/SC/SP, que atua em 57 municípios, com mais de 72 mil associados e 36 agências, administrando R$ 2,2 bilhões em ativos e patrimônio líquido de R$ 243 milhões.

A cerimônia de inauguração foi realizada no formato de live (transmissão ao vivo), nos canais oficiais da Sicredi Fronteiras no Facebook e Youtube, diretamente da sede administrativa da Sicredi Fronteiras, em Capanema/PR, que interagiu instantaneamente com os convidados presentes na agência de Cajamar/SP.

Estiveram presentes na sede administrativa: o presidente da Sicredi Fronteiras PR/SC/SP, José César Wunsch; a diretora executiva, Adriana Conceição Barros Mêes e o diretor de operações, Fábio Júnior Câmera.

Em Cajamar, estiveram presentes: o vice-prefeito do município, Moacir Pedro da Silva; vereador Cleber Candido Silva; Presidente da Associação Comercial de Cajamar, Masatochi Yahiro; Diácono da Paróquia São Paulo Apósto, Mauro Nunes; Diretor Instituto de Previdência Social de Cajamar, Marcelo Ribas; gerente regional de desenvolvimento da Cooperativa, Sérgio Roberto Jordani; gerente da agência Sicredi de Cajamar, Glaison Peres e empresários locais. 

Seguindo o protocolo de cuidados de prevenção da proliferação do Covid – 19, todos os convidados mantiveram o distanciamento necessário, usaram máscaras e microfones individualizados.

Em seu discurso, José César Wunsch, presidente da Sicredi Fronteiras, agradece pela receptividade da sociedade de Cajamar e afirma que a Cooperativa buscará atender a comunidade dentro dos mais modernos padrões de agência do Sicredi. 

“Com população de mais de 78 mil habitantes, Cajamar foi eleita a 39ª melhor cidade para se viver. Estamos muito orgulhosos em inserir aqui o modelo cooperativista, onde não há clientes, e sim donos do negócio, pois, quando nos instalamos em um município, temos sempre o propósito de colocarmos à disposição desta comunidade, mais de 300 produtos e serviços de natureza financeira de uma forma cooperativa. Mas nosso propósito vai além disso, nós nos envolvemos com a sociedade e nos desenvolvemos com ela e procuramos também desenvolvê-la através de ações no campo econômico, social, cultural, ambiental e educacional e não será de diferente maneira em Cajamar”, comenta o presidente. 

Segundo o gerente da agência de Cajamar, Glaison Peres, este é mais um passo importante para a Cooperativa Sicredi Fronteiras. “O Sicredi é uma instituição financeira com mais de 118 anos de história, e eu e minha equipe daremos o máximo para fazer da agência um sucesso, trazendo orgulho para a Cooperativa e para os nossos associados. Vamos construir juntos uma bela e próspera história, porque gente que coopera, cresce”, afirmou o gerente. 

Para tornar-se associado, acesse: https://www.sicredi.com.br/site/seja-associado ou vá até a agência da Sicredi Fronteiras mais próxima de você. Lembrando que a Cooperativa já está realizando atendimento ao público na agência de Cajamar.

Continue Reading

Brasil

Governo cria grupo para coordenar vacinação contra covid-19

Published

on

By

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial

Por Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

O governo federal instituiu um grupo de trabalho interministerial para coordenar a aquisição e a distribuição de vacinas “com qualidade, eficácia e segurança comprovadas” contra o novo coronavírus. A resolução do comitê de crise da Presidência da República foi publicada hoje (10) no Diário Oficial da União.

Sob coordenação do Ministério da Saúde, o grupo deverá colaborar no planejamento da estratégia nacional de imunização voluntária contra a covid-19 e terá duração de até noventa dias, podendo ser prorrogado por igual período.

Dezenove pessoas farão parte do grupo: três da Casa Civil; um do Ministério da Defesa; três do Ministério das Relações Exteriores; um do Ministério da Economia; quatro do Ministério da Saúde; um do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações; um da Controladoria-Geral da União; um do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; um da Subchefia para Assuntos Jurídicos da Secretaria-Geral da Presidência; dois da Secretaria de Governo; e um da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Atualmente, quatro estudos de vacinas contra o novo coronavírus estão sendo realizados no Brasil. Em junho, a Anvisa autorizou o ensaio clínico da vacina desenvolvida pela empresa AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, do Reino Unido; no dia 3 de julho, o da vacina desenvolvida pela Sinovac Biotech, da China, em parceria com o Instituto Butantan; no dia 21 de julho, o das vacinas desenvolvidas pela BioNTech, da Alemanha, e Wyeth/Pfizer, dos Estados Unidos; e no mês passado, o da vacina da Jansen-Cilag, unidade farmacêutica da Johnson & Johnson.

Nesta semana, entretanto, a AstraZeneca suspendeu os testes globais de sua candidata a vacina após um dos voluntários, no Reino Unidos, apresentar sintomas adversos. Essa vacina é uma das principais apostas do governo brasileiro para a imunização contra a covid-19 no país.

Frasco rotulado como vacina contra Covid-19 em foto de ilustração 10/04/2020 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

Continue Reading

Coronavírus

Estado de SP tem 341 mortes a mais por Covid-19 em 24 horas

Há 332.708 casos da doença nas cidades paulistas.

Published

on

By

Nesta terça-feira, o estado de São Paulo chegou a 16.475 mortes confirmados pelo novo coronavírus, 341 a mais do que no dia anterior. Há 332.708 casos da doença nas cidades paulistas.

De acordo com o governo de São Paulo, há ocupação de 64,5% dos leitos de UTI dedicados à Covid-19 no Estado. Esse número é de 63,5% na Grande São Paulo, contando a Capital.

As cidades paulistas com mais casos da doença são São Paulo (142.502), Santos (11.429), Campinas (10.054), São Bernardo do Campo (9.637) e Guarulhos (8.082).

A cidade de São Sebastião, no litoral paulista, permanece sendo o município com maior índice de isolamento social, com 56%, de acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo (Simi-SP). Essa taxa na Capital é de 46%.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement

Trending

Portal TopTVOn Brasil ©2021