Connect with us

Entretenimento

‘Girls Trip’ already surpasses ‘Rough Night’ in opening weekend

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem.

Published

on

At vero eos et accusamus et iusto odio dignissimos ducimus qui blanditiis praesentium voluptatum deleniti atque corrupti quos dolores et quas molestias excepturi sint occaecati cupiditate non provident, similique sunt in culpa qui officia deserunt mollitia animi, id est laborum et dolorum fuga.

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem eum fugiat quo voluptas nulla pariatur.

“Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat”

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet ut et voluptates repudiandae sint et molestiae non recusandae. Itaque earum rerum hic tenetur a sapiente delectus, ut aut reiciendis voluptatibus maiores alias consequatur aut perferendis doloribus asperiores repellat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Et harum quidem rerum facilis est et expedita distinctio. Nam libero tempore, cum soluta nobis est eligendi optio cumque nihil impedit quo minus id quod maxime placeat facere possimus, omnis voluptas assumenda est, omnis dolor repellendus.

Nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae ab illo inventore veritatis et quasi architecto beatae vitae dicta sunt explicabo.

Neque porro quisquam est, qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit, sed quia non numquam eius modi tempora incidunt ut labore et dolore magnam aliquam quaerat voluptatem. Ut enim ad minima veniam, quis nostrum exercitationem ullam corporis suscipit laboriosam, nisi ut aliquid ex ea commodi consequatur.

Entretenimento

Programa prevê plantio de palmeira-juçara na Mata Atlântica

Objetivo é conservação ambiental e uma cadeia de produção sustentável

Published

on

By

Foto: Fundação Florestal/Governo de SP

Comunidades tradicionais e agricultores familiares que cultivam palmeira-juçara podem se cadastrar em programa da Fundação Florestal que vai comprar 28 toneladas de sementes da espécie. A entidade visa ao repovoamento da palmeira em regiões de Mata Atlântica, além de oferecer alternativa de trabalho sustentável às comunidades. A palmeira-juçara, da qual é extraído o palmito tipo juçara, está ameaçada de extinção.

Fonte: AB Camila Boehm

Planta nativa da Mata Atlântica brasileira, a palmeira-juçara faz parte da cadeia alimentar para diversas espécies da fauna silvestre. Aves como tucanos, jacutingas, jacus, sabiás e arapongas são os principais responsáveis pela dispersão das sementes, e mamíferos como cotias, antas, catetos e esquilos se beneficiam das suas sementes e frutos. Em decorrência de exploração descontrolada para a retirada do palmito, a palmeira tornou-se restrita a poucas Unidades de Conservação e áreas protegidas particulares.

O diretor-executivo da Fundação Florestal, Rodrigo Levkovicz, explicou que o papel da palmeira-juçara. “Na Mata Atlântica ela é responsável pela alimentação de 68 tipos de animais diferentes, e ela frutifica numa época em que a floresta é escassa, o que reforça a importância da palmeira. Ela foi muito explorada por palmiteiros, pessoas que, na verdade, não tinham outra opção de vida”.

Ele destacou que os palmiteiros, em geral, são pessoas que não tinham outra opção de trabalho e viam na floresta o sustento. “O paradigma que estamos querendo mudar é dar valor à palmeira em pé, tirar essas pessoas que hoje vivem numa situação muito degradante do corte ilegal do palmito e começar a incentivá-las a cultivarem a palmeira e fazerem ela ganhar valor em pé”, disse.

Além da questão ambiental, o Programa Juçara procura apoiar as comunidades tradicionais por meio do estímulo a uma produção que propicie uma existência digna e a preservação de seus modos de vida. O chamamento público vai ajudar a identificar fornecedores de sementes de palmeira-juçara dentre as mais de 30 comunidades localizadas no Vale do Ribeira, no estado de São Paulo, e no entorno da Serra do Mar.

A compra de sementes é uma parte do programa que foi idealizado para no mínimo 10 anos, com metas para cada ano. Depois da compra de sementes, a fundação pretende fazer o plantio, oferecer educação ambiental sobre o cultivo da palmeira-juçara, além de incentivar a autonomia das comunidades e pequenos agricultores para o desenvolvimento de uma cadeia de produção sustentável.

“Temos a confiança de que as palmeiras estarão plantadas, as pessoas vão poder cortar algumas palmeiras para fazer o palmito e vamos ter estabelecido um ciclo virtuoso e deixado uma cadeia sustentável, tirando essas pessoas – que são os palmiteiros – de condições degradantes para serem produtores do juçara e das suas milhões de capacidades, desde o suco, o pão, a cerveja e do próprio palmito. É um projeto bem abrangente, disse Levkovicz.”

Ele conta que essa é uma cadeia que não está formatada ainda, mas que as comunidades e pequenos agricultores que plantam a palmeira-juçara são conscientes quanto à preservação. “Tem aquelas pessoas e comunidades que botam no seu quintal para os animais e isso é muito bonito, visitamos várias comunidades e eles falam ‘mas não pode vender tudo, tem que deixar um cacho [de sementes] para a natureza’.”

Levkovicz acrescenta que o papel da fundação é dar um impulso econômico e ajudar a construir uma cadeia sustentável para que todo mundo saia ganhando.“Temos muita certeza de que, dando incentivo adequado, essas pessoas vão ser nossas aliadas na conservação da biodiversidade”, finalizou.

Continue Reading

Entretenimento

Dia Mundial da Voz: como dubladores criam novas identidades vocais

Versatilidade de profissionais permite inventar e imitar vozes

Published

on

By

© Isabela Rocha / Divulgação

Fonte: Por Leyberson Pedrosa* – Repórter da AB

Assim como a impressão digital, cada pessoa tem uma voz única. Pode até ser parecida, nunca igual. Mas isso não impede que dubladores e imitadores emprestem suas identidades vocais a personagens de séries televisivas, desenhos animados e filmes de cinema. Neste ano, a identidade vocal é o tema do Dia Mundial da Voz, data celebrada nesta sexta-feira (16) e criada há 18 anos (saiba mais abaixo).

Entre aqueles que “burlam” a natureza estão os dubladores Fátima Mourão e Isaac Bardavid, cujas vozes fazem parte do entretenimento audiovisual. Ao longo da entrevista com Fátima, quem também aparece é a princesa She-ra e Olívia Palito. Na vez de conversar com Isaac, o ranzinza Wolverine (X-Men) e o saltitante Tigrão (Ursinho Pooh) disputam espaço com o veterano.

Aos 90 anos e aposentado “há uns 40 anos, mas não da dublagem”, Isaac muda o tom apenas para falar sobre as diferenças de reconhecimento entre dubladores norte-americanos e brasileiros. “Lá eles enriquecem”, afirma, taxativo. Mas suas queixas são poucas: nem mesmo o problema de audição que surgiu com a idade diminui a empolgação quando fala sobre sua companheira de profissão – a voz, responsável por dublar mais de 40 mil filmes, na conta do próprio.

[…] é muito divertido dublar, sabia? Mesmo aquelas dublagens mais complicadas, mais difíceis. É sempre com grande prazer que você as faz e quando você termina, a alegria de ter feito é muito grande.

Isaac é ator, dublador e poeta (ou escritor de sonetos, como frisou). Seu maior sucesso televisivo foi o tirano feitor Seu Francisco, na novela Escrava Isaura (1976). Dublador de personagens como o computador K.I.T.T., do seriado A Super Máquina, e do vilão Esqueleto, do desenho He-man, sua voz deixou marcas em diferentes gerações brasileiras ao ser usada para dublar Wolverine, personagem praticamente imortal das histórias em quadrinhos, e que ganhou o mundo do desenho animado e do cinema. “A minha voz é imortal na medida em que seja imortal a lembrança do Wolverine (e de outros personagens)”, explica. 

Sem aceitar a vaidade de ser um bom locutor e estar há 24 anos interpretando a voz do mutante no Brasil, Isaac considera que não foi sua voz que fez sucesso, mas sim o personagem. “É claro que eu tive algum mérito nisso. Mas qualquer outro dublador com alguma sensibilidade, e nós temos muitos, se fizessem o Wolverine, fariam o mesmo sucesso”, acredita. 

Essa visão é compartilhada pela diretora de dublagem Fátima de Mourão, que tem no currículo filmes como O Vento Levou e o desenho animado She-ra. Ela explica que, apesar de um certo apego natural, não é incomum a troca de dubladores. “Eu fiz alguns filmes logo no começo da (carreira da atriz) Julia Roberts, mas depois que me mudei, foi natural que outras amigas queridas continuaram fazendo um belíssimo trabalho dublando-a”, conta. Contudo, Fátima ressalta que é preciso manter uma conduta ética de buscar chamar os mesmos dubladores quando disponíveis na praça.

Antes de dublar, Fátima atuava no teatro. Meio ao acaso, participou de um teste na Peri Filmes, a convite de Mário Monjardim (voz do Pernalonga), onde deveria gravar uma galinha. Ela conta que, literalmente, “soltou a franga”, fazendo com que a voz esganiçada e o sincronismo impressionassem os presentes. Depois disso, fez outras atuações, até que passou no teste para ser a voz da Olívia Palito. 

Foi surpreendente quando me deparei com a dublagem. Eu vi o potencial da minha voz. Me redescobri como profissional. 

Na sua trajetória junto aos estúdios de dublagem Herbert Richard (que fechou as portas em 2009), ela interpretou a voz da mãe da criança protagonista do filme ET, o Extraterrestre. A película, dirigida por Steven Spielberg, obrigou o estúdio brasileiro a atualizar a tecnologia da época, inferior às exigências do diretor e de Hollywood.

Yasmin Yassine: notoriedade pelas vozes imitadas

No Brasil, os personagens dublados tendem a ser mais famosos que os dubladores. Mas há quem seja reconhecido por imitar vozes populares. Yasmin Ali Yassine é um desses fenômenos. A youtuber (que contabiliza 380 mil inscritos em seu canal), podcaster e cantora acabou viralizando após imitar algumas dessas vozes. Mais especificamente, ela faz a voz do Cebolinha (Turma da Mônica) – criada profissionalmente pela dubladora Angélica Santos – e reproduz a voz feminina do Google no Brasil, gravada originalmente pela locutora Regina Bittar.

Em um canal de humor, Yasmin pode estar frente a frente com Angélica Santos e foi elogiada por sua interpretação do Cebolinha. Hoje, ela é uma das apresentadoras do Vênus Podcast e pretende convidar Regina Bittar para confrontar a voz oficial do Google com a sua versão “paraguaia”, em suas próprias palavras. 

Aos 25 anos e formada em Comércio Exterior, ela deixa claro que não é dubladora e que a profissão exige uma longa qualificação, bem como registro profissional, que ela pensa buscar um dia. Cantora e DJ em eventos, ela atribui a sua formação e estudos em canto à capacidade de oscilar rapidamente entre vozes tão distintas da sua. 

“Quando era adolescente, esperava que minha voz chegasse ao mundo pela música. Inesperadamente, estourei na imitação, que não era algo que fazia, mas que tem tudo a ver com consciência vocal que vinha das aulas de canto.

Por ofício e diversão, Yasmin tornou sua voz em instrumento profissional diário. Por isso, aumentou sua preocupação com a saúde e espera incluir sessões de fonoaudiologia na rotina em breve. “Meu professor de canto pede para reparar, se o canto tiver cansando, ir por outro caminho. Evito líquido gelado, tento comer saudável. É importante aquecer e desaquecer”.

Enquanto Isaac conta não ter tido obstáculos de saúde vocal durante sua carreira, Fátima opta sempre por alertar os participantes dos seus cursos ou dubladores que dirige sobre a necessidade de aquecer bem a voz antes de um trabalho. “Se você entra no estúdio e não fez um aquecimento fácil, a sua mandíbula pode sair do lugar, ou ficar muito inchada”, relata. 

Mesmo com trajetórias diferentes, Yasmin, Isaac e Fátima mostram fascínio e gratidão por aquilo que alcançaram e alcançam com suas vozes. Assista:

Dia Mundial da Voz

A voz começa na laringe, após a vibração das pregas vocais (popularmente chamadas de cordas vocais) sob a pressão do ar dos pulmões. Livia Lima, que integra a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, explica que as pregas vocais são músculos e que, portanto, precisam ser exercitadas para ter maior flexibilidade.

A preocupação com a saúde vocal é antiga no Brasil e fez com encabeçasse, desde 1999, uma campanha pelo Dia da Voz, com o intuito de chamar atenção para o câncer de laringe. Em 2003, a data tomou proporção mundial e hoje completa 18 anos. Na pandemia, o uso intensivo de máscaras cria um bloqueio das ondas sonoras emitidas, pode gerar cansaço na fala e problemas de comunicação. Por isso, Livia lista algumas dicas para evitar esses problemas:

No caso de dubladores e imitadores, a especialista aponta que o cuidado com a voz deve ser redobrado. Apesar da voz ser parte da identidade de cada pessoa, os dois precisam produzir outro conjunto de características vocais para representar ou imitar um determinado personagem. “É possível você fazer a dublagem ou imitação sem se machucar. Para isso, é importante se preparar”. Ela relata casos de sucesso em que dubladores tiveram melhor performance após a atenção de um fonoaudiólogo. 

*Com produção de Simone Magalhães.

Continue Reading

Entretenimento

Cajamar completa 62 Anos

Em homenagem à data, a Prefeitura destacou 62 pontos de avanços dos últimos dois anos, onde a cidade apresentou bons indicadores nas mais diversas áreas.

Published

on

By

Photo: Shutterstock

Nesta quinta-feira (18), o município de Cajamar completa 62 anos de emancipação político-administrativa. São 62 anos de muitas histórias, muitos altos e baixos, porém, após o fim da crise política em 2019, a cidade evoluiu de maneira significativa e hoje os cajamarenses têm muitos motivos para se alegrar e se orgulhar.

Para comemorar esta data, destacamos 62 pontos de avanços dos últimos dois anos que a cidade apresentou bons indicadores nas mais diversas áreas, com a criação de diversos programas assistências que já fazem parte da vida de muitos munícipes.

“Como prefeito luto a cada dia para oferecer o melhor por nossa cidade. Sou cajamarense e vibro com cada conquista e estamos motivados a continuar trabalhando muito para elevar ainda mais o nível de qualidade de Cajamar nos próximos quatro anos”, destacou o prefeito Danilo Joan.

Confira abaixo os principais acontecimentos da cidade neste período:

1 – Reforma de todas as escolas com os padrões do Colégio do futuro;
2 – Novos mobiliários, adequado a cada faixa etária, em todas as escolas;
3 – Entrega de kit de uniforme e material escolar para todos os alunos;
4 – Início do Projeto Identidade Cajamar (professores da rede municipal contribuíram para a escolha de conteúdos para produzir as apostilas);
5 – Entrega do novo material apostilado do Sistema Cajamar de Ensino;
6 – Inauguração de duas novas unidades do Colégio do Futuro;
7 – Reinauguração de duas escolas que estavam abandonadas;
8 – Contratação de novos profissionais para a Educação;
9 – Inauguração da primeira UBS Animal de Cajamar;
10 – Atendimento clínico veterinário gratuito, de média e baixa complexidade;
11 – Ampliação de mutirões para castração de cães e gatos;
12 – Instalação de comedouros e bebedouros em locais públicos;
13– Inauguração da primeira Farmácia Municipal 24 horas;
14 – Ampliação do atendimento residencial para acamados com o Programa Saúde em Casa;
15 – Consulta em dia: 16 mil novos atendimentos, entre consultas e exames;
16 – Atendimento humanizado para as gestantes como Programa Coração de Mãe;
17- Contratação de novos profissionais para a área da Saúde;
18 – Instalação da Tenda do Centro de Combate ao Coronavírus que se tornou referência no atendimento à covid-19;
19 – Implantação de 10 leitos de UTI no Hospital Municipal;
20 – Construção do primeiro Centro Médico de Especialidades no antigo “esqueleto”;
21 – Reforma das Unidades de Saúde e do Hospital Municipal;
22 – Programa Casa Legal: Emissão de mais de 1.500 títulos de propriedade;
23 – Programa Muito + Segurança: Implantação do sistema detecta;
24 – Instalação do Centro de Controle Operacional de Cajamar;
25 – Monitoramento com mais de 100 câmeras de segurança em pontos estratégicos da cidade;
26 – Instalação de 5 totens de vigilância nas principais entradas e saídas do município;
27 – Aquisição de novos armamentos e uniformes para a Guarda Municipal;
28 – Aumento e troca da frota de viaturas para atender as ocorrências;
29 – Asfalto Novo: diversos bairros recebendo a pavimentação das ruas pela primeira vez;
30 – Tapa Buraco: Manutenção diária em todas as vias da cidade;
31 – Instalação de lombofaixas nas principais avenidas;
32 – Operação bairro a bairro: Serviço de manutenção e zeladoria em todos os bairros;
33 – Cajamar Bem Cuidada: Revitalização das praças existentes no município;
34 – Construção de novas praças em diversos bairros;
35 – Serviço de contenção de enchentes para acabar com alagamentos;
36 – Construção de murro de arrimo em áreas de risco;
37 – Recomposição da área onde se formou a cratera no bairro Portais;
38 – Reforma do Ginásio Antônio Carlos Tramassi, no Polvilho;
39 – Inauguração do novo Centro Cultural do Polvilho;
40 – Construção do primeiro Parque Municipal em Jordanésia;
41 – Entrega do Parque Linear em Cajamar Centro;
42 – Construção da segunda unidade do Parque Cajamar Feliz no Polvilho;
43 – Ilumina Cajamar: instalação de lâmpadas de LED em diversas avenidas da cidade;
44 – A prefeitura passou a ser responsável pelo parque de iluminação de todo o município;
45 – Instalação de novos pontos de energia em ruas que ainda não estavam iluminadas;
46 – Criação do App Cajamar: uma ferramenta de integração entre os munícipes e a prefeitura, que reúne as principais informações da cidade;
47- Cajamar Iluminada: Decoração natalina na cidade durante o período festivo;
48 – Cidade da Criança: comemoração do dia das crianças com entrega de brinquedos;
49 – Congelamento do valor do IPTU por 2 anos consecutivos;
50 – Instalação de novas linhas de transporte municipal;
51 – Suspensão do aumento das tarifas da passagem;
52 – Instalação de novos pontos de ônibus com cobertura, bancos e iluminação de LED;
53 – Início da troca de frota dos coletivos, com novos veículos com ar condicionado;
54 – Regularização dos transportes por aplicativo;
55 – Retorno do transporte universitário;
56 – Oficinas de capacitação gratuitas promovidas pelo Fundo social;
57 – Campanha Inverno Solidário, feita para ajudar as famílias em vulnerabilidade social;
58 – Cursos profissionalizantes em parceria com o Sebrae para incentivar os microempresários;
59 – Ampliação da assistência e acolhimento para pessoas em situação de rua;
60 – Construção do primeiro Centro Dia do Idoso de Cajamar;
61 – Parceria com empresas do município para aumentar a vaga de trabalho para os cajamarenses;
62 – Mesmo durante a pandemia, Cajamar está entre as cinco cidades do país que mais gerou empregos em 2020.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement

Trending

Portal TopTVOn Brasil ©2021