Connect with us

Esporte Top

Vôlei de Praia: novas duplas e parcerias olímpicas jogam no RJ

Published

on

CDV de Saquarema será palco da primeira etapa do Circuito em 2021

Por Juliano Justo – Repórter da Tv  AB

Desta quinta-feira (21) até domingo (24), acontece o torneio feminino da sexta etapa do Circuito Nacional da temporada 20/21. O primeiro dia será dedicado à fase de classificação com a participação de 28 duplas, com as menores pontuações no ranking. Serão eliminatórias simples e as oito parcerias que vencerem na última rodada entrarão na chave principal. As duplas inscritas neste qualifying são: Fabrine/Solange (BA/DF), Ana Luiza/Tory (SC/CE), Izabel/Teresa (PA/DF), Talita Simonetti/Victoria Strehl (CE/RS), Flávia Moura/Bárbara Ferreira (RJ), Lucília/Alana (SP), Thainara/Sandressa (RN/AL), Rupia/Carol Goerl (MG/RS), Cris/Rita (SP/RJ), Dany Neves/Thais (MS/RJ), Carol Cavaleiro/Mylena (PR/RJ), Fernanda/Mayara (SE/MG), Mariana Abdala/Larissa (RJ/CE), Thais/Maria (ES/MG), Cypreste/Nayanny (ES/MA), Welly/Indiara (SP/BA), Kedma/Manu (SP/RJ), Pam/Jaquelina (ES/BA), Vitoria/Carol (CE/PE), Luana Rezende/Isabella (RJ), Manu/Tamara (MG/CE), Nina/Carolina (RJ), Anne Kolbow/Lara (RJ), Laura Vidal/Anna (RJ) e Duda/Julia (RS). Todos os jogos ocorrerão no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ).

Já na fase principal da disputa, as 24 duplas serão divididas em seis grupos, com quatro parcerias cada. As 16 primeiras do ranking entram diretamente e se juntam as oito vindas do qualifying. Todos os jogos serão transmitidos. Os fãs poderão acompanhar cada confronto por meio do site voleidepraiatv.cbv.com.br, na fanpage da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) no Facebook, no aplicativo da CBV.

A participação de novas duplas e as equipes classificadas para defender o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio serão as principais atrações. Líderes do ranking da temporada, e com três ouros nos cinco torneios disputados até agora, Ágatha e Duda (PR/SE) têm motivos extras para entrarem em quadra. Elas, e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), são os times classificados à Olimpíada. “Neste ano as etapas têm um peso e um valor muito grande para nós. É um ano olímpico, e, por enquanto, só temos confirmadas as competições do Circuito Brasileiro. Ainda não há um calendário internacional confirmado, apenas previsões. Portanto, sem termos a real noção de como será a temporada em geral, nós valorizamos ainda mais as etapas do nosso circuito. Vamos buscar um aprendizado de cada uma e buscar evoluir para chegar muito bem na Olimpíada”, contou Ágatha, campeão mundial e medalhista de prata nos Jogos do Rio de Janeiro em 2016.

A estreia do time composto pela medalhista olímpica Bárbara Seixas e Carol Solberg, campeã brasileira na temporada 17/18, também vai chamar a atenção dos fãs da modalidade. “Estou super feliz nessa nova parceria com a Carol Solberg. Ela é muito experiente, uma jogadora que adora treinar, é competitiva e tem gana de vencer. Agregando isso ao excelente trabalho e experiência da nossa técnica Letícia, e ao que a equipe vem fazendo só traz mais motivação para nós”, contou Bárbara.

Além das duplas olímpicas e Bárbara Seixas/Carol Solberg (RJ), a lista das 16 parcerias já garantidas na chave principal inclui Josi/Juliana (SC/CE), Elize Maia/Thâmela (ES), Tainá/Victoria (SE/MS), Érica Freitas/Thati (MG/PB), Andressa/Vitória (PB/RJ), Hegê/Ângela (CE/DF), Taiana/Paula Pequeno (CE/SP), Carol Horta/Cacá Richa (CE/RJ), Aline/Neide (SC/AL), Verena/Juliana Simões (CE/PR), Val/Vivian (RJ/PA), Andrezza/Rosimeire Lima (AM/AL) e Rafaela/Jéssica (PA).

Continue Reading

Esporte Top

Podcast Esporte Top recebe o Atleta da seleção brasileira de surdos, João Batista

Published

on

By

Esporte Top • No “Podcast Esporte Top” teremos um convidado especial, o Atleta da seleção brasileira de surdos, João Batista @gaudencio31, e pra agitar essa galera com música Ao Vivo o cantor Marcos Vieira @marcosvieiracantor.oficial

Transmissão será ao vivo no nosso canal do YouTube @TopTvOn
Às 20h

Apresentação: Ronaldo Faria | Rodrigo Feliciano | Alessandro Thuka | Aécio Silva

#juntospeloesportes #esportes #selecaobrasileira #sportv #sport #top #tvonline #webtv #selecaobrasileiradesurdos
#associaçãoclubedossurdos
#cbdsbrasil #surdosbrasil
#deaf #sportsdeaf

Continue Reading

Cajamar

SÁBADO TEM AMISTOSO PREPARATÓRIO #FutebolAoVivo

Published

on

By

ARSENAL CAJAMAR X PREDROSO

COM TRANSMISSÃO AO VIVO PELA TOP 📺 ON 🇧🇷. Dia 29/05 às 14h direto da Vila Militar em Osasco no Campo da Vila Izabel.
NARRAÇÃO : Daniel Andrade
COMENTÁRIOS : Aécio Silva

#ESPORTETOP

#SEGUEOPLANO🤫

#ARSENALCAJAMAR⚪🔴⚫

Continue Reading

Brasil

Campeonato Brasileiro Feminino terá terceira divisão em 2022

Published

on

By

Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional - São Paulo

Total de clubes nas séries A1, A2 e a nova A3 passará de 52 para 64

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta terça-feira (18) a criação de uma terceira divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino para 2022, que receberá o nome de Série A3. Com a mudança, o número de clubes em torneios nacionais adultos passará de 52 para 64.

“Vivemos um momento de muita maturidade das competições adultas femininas, com o aumento da competitividade entre os clubes e uma visibilidade cada dia maior. Permitindo que novas equipes ingressem no circuito nacional de competições, a divisão A3 ajudará muito no aumento do mercado de trabalho para as atletas, além de incentivar o fortalecimento das categorias de base dos clubes, que ganham um calendário maior e mais estruturado”, declarou Aline Pellegrino, coordenadora de Competições Femininas da CBF, ao site oficial da entidade.

A partir do ano que vem o Brasileiro Feminino terá a Série A3 (terceira divisão) com um total de 32 participantes – Thaís Magalhães/CBF/Direitos Reservados

A Série A3 terá 32 participantes, sendo os 27 campeões estaduais, os quatro clubes mais bem colocados no ranking nacional masculino da CBF e uma equipe oriunda do estado melhor posicionado entre as federações de futebol feminino do país. O torneio será realizado em formato mata-mata, com jogos de ida e volta. Os quatro semifinalistas garantem acesso à Série A2 (segunda divisão).

Os campeões estaduais que já figurem nas Séries A1 (primeira divisão) ou A2 serão substituídos pelos times que ficarem imediatamente atrás deles nos respectivos torneios. Caso alguma das equipes classificadas pelo ranking masculino da CBF desista da Série A3 ou esteja nas divisões superiores, ela dará lugar à agremiação que aparecer na sequência da lista.

Com o surgimento da terceira divisão, a Série A2 também sofrerá mudanças. Atualmente com 36 clubes, o torneio terá apenas 16 participantes, como ocorre na Série A1. O formato, porém, será diferente. As equipes serão divididas em quatro grupos com quatro integrantes, que se enfrentam em dois turnos. Os dois melhores de cada chave avançam para o mata-mata, que terá partidas de ida e volta. Quatro agremiações serão rebaixadas à Série A3.

No ano que vem, a divisão de acesso reunirá os 12 times classificados às oitavas de final deste ano e que não conquistarem a promoção à primeira divisão, além dos quatro rebaixados da Série A1. Segundo a CBF, a mudança permite às equipes da Série A2 terem um calendário fixo a partir da próxima temporada.

A Série A1 segue com os 16 participantes se enfrentando em turno único na primeira fase e as oito melhores campanhas avançando às oitavas de final. A diferença a partir de 2022 é que os dois últimos colocados, não mais os quatro, serão rebaixados à Série A2.

Outra novidade para 2022, anunciada em fevereiro, é a Supercopa do Brasil de Futebol Feminino, que reunirá oito equipes que estejam entre as 12 mais bem colocadas da Série A1 e as quatro melhores da Série A2. A previsão é que o torneio, em formato mata-mata, ocorra entre fevereiro e março e abra a temporada.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement

Trending

Portal TopTVOn Brasil ©2021