Connect with us

Coronavírus

Partículas da Covid-19 no ar podem infectar pessoas, dizem cientistas

Informação foi publicada no jornal americano ‘The New York Times’; OMS revelou que está revisando as informações da reportagem.

Published

on

O novo coronavírus (Sars-CoV-2) pode infectar pessoas através do ar, afirmou um grupo de 239 cientistas ao jornal “The New York Times”, dos Estados Unidos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz estar revisando as informações dos cientistas.

“Estamos cientes do artigo e estamos revisando seu conteúdo com nossos especialistas técnicos”, diz a nota.

Entretanto, esta não é a primeira vez a possibilidade de transmissão pelo ar é apontada. Um estudo chinês apontou que o vírus as pessoas podem se infectar mesmo sem contato, apenas pelo ar, mas o órgão da Saúde insiste em não confirmar a informação.

De acordo com a reportagem do jornal, vários estabelecimentos precisariam garantir bons sistemas de ventilação e filtros de ar poderosos durante a pandemia. O jornal indica ainda que luzes ultravioletas podem ser utilizadas para matar partículas virais.

Os cientistas ainda não conseguiram guardar o vírus em aerossóis laboratoriais, segundo a médica Linsey Marr, especialista em transmissão aérea de vírus pela universidade Virginia Tech. No entanto, não significa que as partículas não sejam infecciosas.

De acordo com a médica, os prédios possuem uma menor circulação de ar, fazendo com que o vírus se acumule no ar e gere maiores riscos. A cientista afirma que as partículas não são capazes de viajar longas distâncias e infectar pessoas.

Continue Reading

Cajamar

Cajamar vacina contra Covid pessoas com 18 anos ou mais com comorbidades; veja os locais

Published

on

By

Confira os novos grupos prioritários com idade igual ou superior a 18 anos que serão vacinados a partir dessa semana no município de Cajamar

A partir desta segunda-feira (07), o município de Cajamar iniciou a vacinação contra a COVID-19 para um novo público-alvo. Desta vez, o Cronograma de Vacinação inclui pessoas com Síndrome de Down; Transplantados Imunossuprimidos; pessoas com Deficiência Permanente (BCP); pessoas com Comorbidades; Gestantes e Puérperas com Comorbidades. Todos na faixa etária de 18 a 59 anos.

IMPORTANTE: grávidas com comorbidades com 18 anos ou mais devem agendar a vacinação antecipadamente pelos telefones: (11) 4447-1233, (11) 4446-6330, (11) 4446-6818, (11) 99483-0881, (11) 99465-4332 ou (11) 98964-0716.

Para os outros casos, as imunizações estão sendo aplicadas em Jordanésia, Polvilho, Cajamar Centro, Ponunduva e km 43. Em Jordanésia, um dos Polos de Vacinação está localizado no Centro de Eventos Boiódromo, e as imunizações são aplicadas pelo sistema drive-thru, sem precisar sair do veículo (entrada pelo Ginásio de Esportes Prefeito Manoel Álvares, em Jordanésia). No Polvilho, a vacinação está sendo aplicada no Ginásio Antônio Carlos Tramassi (estacionamento para veículos disponível ao lado do ginásio). Atendimento de segunda a sábado, das 09h às 17h.

Em Cajamar Centro, KM 43 e Ponunduva, as vacinas contra a COVID-19 serão aplicadas nas Estratégias de Saúde da Família (ESF), de segunda a sexta-feira, das 09 às 16h. Após este horário, os atendimentos serão realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Polvilho e Jordanésia, das 17 às 19h.

Para receber a imunização não é necessário agendar. Porém, para agilizar o atendimento, é importante preencher o formulário online, disponível através do site https://vacinaja.sp.gov.br. No momento da aplicação, é preciso apresentar documento com foto original, cartão do SUS e a cópia de receitas ou laudo médico, de acordo com cada caso:

COMORBIDADES: Apresentar laudo médico / receituário atualizado comprovando a patologia;

DEFICIÊNCIA PERMANENTE: Levar comprovante do recebimento do benefício de prestação continuada da assistência social;

TRANSPLANTADOS: Apresentar comprovante do transplante ou laudo médico.

Relação de comorbidades definidas pelo Ministério da Saúde:

  • Insuficiência Cardíaca
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Miocardiopatias pericardiomiopatias
  • Valvopatias
  • Doença da aorta, dos grandes vasos e fistulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatia congênita do adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Diabetes Mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente
  • Hipertensão arterial estágio 3
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão no órgão alvo
  • Doença cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos
  • Anemia falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose hepática
  • HIV

VACINAÇÃO (exceto grávidas com comorbidades)

Atendimento de segunda a sábado, das 9h às 17h:

  • Drive-thru: Centro de Eventos “Boiódromo”, em Jordanésia Av. Vereador Joaquim Pereira Barbosa nº 827 (entrada pelo Ginásio de Esportes Prefeito Manoel Álvares, em Jordanésia)
  • Ginásio do Polvilho: Ginásio de Esportes “Antônio Carlos Tramassi”, no Polvilho. Rua Creuza Ferreira de Araújo nº 120 (estacionamento para veículos ao lado do Ginásio)

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 09h às 16h:

  • ESF KM 43: Av. das Nascentes nº 518 – Bairro São Benedito/Km 43
  • ESF Ponunduva: Rua Joaquim Rodrigues Pontes nº 203 – Ponunduva
  • ESF Cajamar Centro: Av. Prof. Walter Ribas de Andrade nº 544 – Centro

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 17h às 19h:

  • UBS Jordanésia: Av. Dr. Antônio João Abdalla nº 850
  • UBS Polvilho: Rua Timburi 121, Polvilho

Continue Reading

Cajamar

Pessoas com comorbidades devem levar cópia de laudo médico quando forem vacinar

Published

on

By

Fonte: PMC

A medida tem como objetivo evitar fraudes de pessoas que tentam passar na frente sem pertencer aos grupos prioritários

A partir dessa semana, a Secretaria de Saúde solicita uma cópia da declaração, receita ou laudo médico de pessoas com comorbidades que forem receber a primeira dose de vacinas contra a COVID-19. A medida foi estabelecida seguindo orientações do Ministério Público, e tem como objetivo evitar fraudes de pessoas que tentam passar na frente, sem pertencer aos grupos prioritários.

A nova determinação entrou em vigor nesta segunda-feira (31). Com isso, é preciso que no momento da vacinação a pessoa leve junto uma cópia da receita ou laudo médico para que seja anexado no cadastro. Continuará sendo necessário também a apresentação de comprovante de residência do município e documento com foto.

Esse novo critério será utilizado em todos os municípios de São Paulo, visando garantir que a imunização está sendo aplicada rigorosamente apenas nos grupos prioritários liberados. Caso seja detectado qualquer tipo de irregularidade, será iniciado um processo civil/criminal, com encaminhamento para providências do Ministério Público (MP).

Continue Reading

Brasil

Fiocruz deve receber ainda hoje novo carregamento de IFA

Published

on

By

Por Mariana Tokarnia - Repórter da AB

Insumo é o mais importante para produção da vacina contra a covid-19

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) deve receber hoje (22) o carregamento do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), produzido pelo laboratório Wuxi Biologics. O componente é o mais importante da vacina Oxford/AstraZeneca contra a covid-19.

A entrega de hoje incluirá duas remessas, já que um carregamento que estava previsto para o próximo dia 29 teve seu envio antecipado. Ao chegar, o IFA ainda precisa ser checado e descongelado. De acordo com a Fiocruz, os carregamentos serão suficientes para produzir 12 milhões de doses de vacinas, o que vai assegurar as entregas ao Sistema Único de Saúde (SUS) até a terceira semana de junho. 

Por causa da falta do componente, o Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) suspendeu na  quinta-feira (20) a produção da vacina. Com a chegada do insumo, a produção deverá ser retomada na próxima terça-feira (25).

Desde fevereiro, a Fiocruz já produziu 50 milhões de doses da vacina, cerca de metade das 100,4 milhões de doses previstas no acordo de encomenda tecnológica assinado com a farmacêutica europeia AstraZeneca.

Transferência de tecnologia

A Fiocruz também trabalha no processo de transferência de tecnologia para produzir o insumo no Brasil. Segundo a Fiocruz, todas as informações técnicas necessárias à transferência de tecnologia já foram repassadas pela AstraZeneca à fundação.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já concedeu a certificação das condições técnico-operacionais das instalações (CTO) que produzirão o IFA, após vistoria realizada neste mês.

Remessas confirmadas 

Na quinta-feira (20), o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, confirmou a chegada do IFA ao Brasil. Além das remessas destinadas à Fiocruz, o ingrediente será destinado ao Instituto Butantan, que fabrica a CoronaVac.

Uma remessa de 3 mil litros de IFA destinada ao Butantan deverá chegar na terça-feira (25). O volume, segundo o instituto, é suficiente para a produção de cerca de 5 milhões de doses de vacinas. O Instituto Butantan tem dois contratos assinados com o Ministério da Saúde para o fornecimento de vacinas para a população brasileira por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). 

O primeiro contrato, para fornecimento de 46 milhões de doses, já foi cumprido. Falta ainda um contrato de 54 milhões de doses, previsto para ser entregue em agosto. Até o momento, o Butantan entregou 47,2 milhões de doses de vacinas ao governo federal. Por falta de insumos, a produção de vacinas contra a covid-19, no Butantan, está paralisada desde o dia 14.

Continue Reading
Advertisement
Advertisement

Trending

Portal TopTVOn Brasil ©2021